Às vezes você reaprende a gostar

Por - março 27, 2016


Vou confessar uma coisa pra vocês. Quando comecei o blog, uma das minhas maiores dificuldades era escrever. Eu não tinha ideia do que ou como escrever, as ideias não fluíam e tudo que eu escrevia não ficava bom. Eu nunca fui daquelas meninas que adorava escrever, que tinha um diário cheio de histórias bobas e que escrevia tudo sobre qualquer coisa. Mas lembro que a primeira vez que a professora disse pra gente fazer uma redação e percebi que eu poderia escrever sobre qualquer coisa, que EU, sozinha, poderia criar a história que eu quisesse isso me deixou muito feliz. Percebi naquele momento que a minha imaginação era o limite e pirei! Mas não adianta ter essa sacada e não trabalhar nisso. Eu até queria, tentava, mas nunca saía da primeira página. A preguiça sempre foi minha pior melhor amiga e acabei deixando esse sentimento de lado. Basicamente essa foi a minha história com a escrita. Até agora.

No começo desse ano foquei bastante no blog, por isso me esforcei a escrever mais e melhor. Minha principal meta era escrever artigos que as pessoas gostassem de ler, que EU gostasse de ler, que fosse uma leitura agradável. E isso me forçou a desenvolver o meu lado escritora. Não sou profissional nem perfeita. Ainda tenho MUITO o que aprender, ainda erro bastante e por mais que eu releia sempre acabo encontrando erros de gramática e concordância. Mas hoje posso dizer que eu gosto de escrever. Eu gosto de digitar e os textos (normalmente) saem sem muito esforço. Hoje em dia é bem mais fácil colocar na tela do computador minhas histórias que antes eram só frases desconexas.

Muita coisa me ajudou a melhorar minha escrita como ler (um pouco) mais livros e blogs que me inspiram. Mas o principal com certeza foi a prática. Ser forçada a escrever me ajudou pra caramba e atualmente leio meus posts com satisfação. Eu acho que eu já gostava de escrever, eu só não tinha tido a perseverança de continuar e melhorar pra ver um resultado que me deixasse feliz. Por isso há males que vem para o bem. Às vezes você precisa ser forçado para deixar que empecilhos bobos te impeçam de melhorar!

Veja Também

0 comentários