Desabafo: Mentirosos

Por - fevereiro 21, 2016


Eu sempre fui daquelas pessoas bobas que acreditava 100% no que falavam pra mim. Fazer pegadinha comigo era até chato porque eu caia de uma forma que revelar a verdade era constrangedor. Depois de muito sofrer com mentiras e conversinhas (às vezes nem intencionais) eu desisti. Desisti de acreditar que as pessoas mudam e que num belo dia a verdade sempre prevalecerá e que não existirão mais formas de quebrar a cara dos inocentes, de pagar pela mentira dos outros, de sofrer em silêncio e acumular tudo isso sem saber o que fazer.

Não sou perfeita, já teve vezes que eu prometi e não cumpri (e vezes que o fiz propositalmente como troco). Mas me sinto a pessoa mais suja do mundo se prometo e não cumpro. Minha cabeça parece que vai estourar de raiva de mim mesma. É o que me influencia e me faz acreditar nas mentiras que as pessoas contam.

Hoje eu mudei. Não que eu não caia mais em conversas sedutoras ou seja completamente indiferente às histórias e promessas. Só estou mais "esperta". Não digo que melhorei, talvez nessa parte sim mas sei que me fechei. E sei que isso não é bom, mas dói menos. Não me venha com promessas fáceis, histórias mirabolantes, amizades instantâneas e tentativas de expor seus sentimentos para ganhar minha atenção. Sou ótima ouvinte, mas meu silêncio não é uma afirmação nem um consentimento.

Ainda tem alguns momentos em que, no calor no momento, deixo me levar pelos sorrisos e abraços sedutores, mas não duram muito. Logo percebo que tudo não passou de um desleixo da minha parte em abrir meu coração para as mentiras. Mas tudo bem, eu não te odeio por mentir, não me afastarei de você por mentir e não entrarei em discussões sabendo que você nunca irá concordar comigo. Diga que meu silencio é a afirmação do meu erro, diga que não sou sociável, que sou fria, diga o que quiser, porque não negarei, não argumentarei, não quero mais estresse na minha vida, acredite no que quiser porque eu não acredito mais em você.

Veja Também

0 comentários