Renovando o guarda roupa (ou um armário quase minimalista)

Por - março 02, 2018
roupas penduradas no cabide preto

Nota importante: esse não é um passo a passo de como ter um armário minimalista. É somente um depoimento de como EU aderi partes do conceito (armário cápsula ou minimalista) para deixar meu guarda roupa com menos peças, mas que eu realmente usasse.

Minha ideia geral era ter um armário razoavelmente compacto com roupas, acessórios e sapatos que combinassem entre si, que eu me sentisse confortável em usar e que se adequassem ao meu dia a dia. Pra ajudar, criei uma paleta de cores para usar como referência e um questionário para usar durante a minha triagem das peças que eu tinha. As perguntas eram essas:

  • Me sinto confortável com essa peça?
  • Está em bom estado ou posso consertar facilmente?
  • Essa peça é diferente das outras (não tenho outra peça parecida ou igual)?
  • Faz parte da minha paleta de cores?
  • Tenho 2 ou mais combinações com essa peça?

peças de roupas diferentes cores

Se todas as respostas acima fossem sim, eu continuava com a peça, senão eu colocava numa sacola para doação. Só exclui as roupas de festas desse questionário. Tanto roupas íntimas, meias, meia-calça, calçados, acessórios e até maquiagem eu usei partes do questionário (não usei a paleta de cores para roupas íntimas, por exemplo). É importante sim ter bom senso, mas não ter dó. Dá muita vontade de deixar aquele vestido lindo, que você pagou caro, mas que nunca usa pois não se sente confortável. Ou aquele casaco ganhado que você nunca usou porque não encontra combinação.

shorts diferentes cores e tecidos

bijouterias colares diversos pendurados

Uma coisa que eu percebi é que existem roupas e sapatos lindos, maravilhosos mas que simplesmente não combinam com o seu estilo e modo de vida. Não adianta você comprar um sapato de salto alto digno da Cinderela se você não se sente confortável usando salto e nem tem onde usá-lo. Ou comprar aquela blusa que combina perfeitamente com o seu estilo, mas que você não se sente bem usando. Eu já cometi muitas vezes esse erro de comprar uma peça só porque era bonita e estava barato (ou não).

Por fim, juntei 3 sacolas de roupas e sapatos pra doação. Minha tia até conseguiu vender algumas pra mim! Meu armário ficou bem vazio. Sobraram vários cabides. Me senti mal por ter doado várias peças pois algumas eu usava diariamente, outras estavam novinhas... mas tive em mente que foi para um bem maior. Ainda tenho algumas peças que quero descartar pois não me sinto muito confortável e são parecidas com outras. Mas como sobraram poucas roupas, acabei ficando com elas pra ir trocando enquanto for comprando. Nas semanas seguintes, fui montando uma lista de compras com peças que eu sentia falta. Especificava a peça, às vezes o modelo (como uma calça skinny) e a cor.

gaveta cheia roupas enroladas

Depois desse destralhe, fui algumas vezes fazer compras e percebo como estou mais crítica perante as peças. Levo pouquíssimas roupas ao provador e quase sempre saio sem levar nada rs. Mas acho que é um bom sinal. Minhas últimas aquisições foram duas calças jeans que eu estou amando! São super confortáveis e eu consigo usar com praticamente todas as blusas que tenho. É maravilhoso!

Acho que o importante não é se adequar cegamente a uma referência que você viu por aí, mas adequar essa ideia a sua vida. De uma forma possível, que você realmente acredite que irá contribuir para a sua vida.

Tem alguma dica pra não acumular roupas desnecessárias? Comente aí!
Até  a próxima! ♥

Veja Também

28 comentários

  1. Adorei a sua forma de organização.
    Preciso me desapegar de várias peças e fiquei animada para fazer isso depois de ler seu post <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom Clay! Espero que te ajude! ♥

      Excluir
  2. Esse post me lembrou que preciso - URGENTE - arrumar o meu. Hahaha! ♥
    Parabéns pela organização!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha espero que consiga arrumar!

      Obrigada! ♥

      Excluir
  3. Eu queria muito fazer isso com as minhas coisas aqui. Aliás, eu até já fiz, mas sinto que preciso fazer de novo. Minhas peças sempre seguem mais ou menos o mesmo estilo e cores.. as vezes tento dar uma variada e me arrependo haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou ficando assim também. Sigo o mesmo estilo e cores. Mas dessa forma acho mais fácil pra se vestir!

      Excluir
  4. Adorei o post, fiz isso alguns anos atras quando nada mais estava entrando no guarda roupa. Percebi que 99% dele eram peças que só tinha usado uma vez (seja por impulso ou agradar alguém). Doei a maioria das roupas, outras minha cunhada vendeu pra mim. Hoje meu guarda roupa mal tem peças, pois não consigo mais comprar pelo impulso. Tenho vários vestidos, pois já são uma peça completa e dá pra usar em quase todos momentos. Tenho muitas roupas de inverno, pois é difícil diminuir a quantidade de peças. Também sou como você quando vou comprar, experimento, mas raramente levo hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava assim também, só usava algumas peças e eu nem gostava delas haha

      Pois é, agora está TÃO difícil comprar roupas, mas fico muito contente por perceber que amadureci nessa parte.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Que bom! Espero que te ajude de alguma forma ♥

      Excluir
  6. Tô tentando fazer um armário capsula há um tempão. Já me livrei de várias coisas, especialmente sapatos. Hoje tem pouquíssimos pares! Gostei muito das suas dicas, especialmente na parte de comprar coisas lindas só porque são lindas, mas não usá-las. Isso ainda acontece comigo infelizmente! D:

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nath! Aos pouquinhos você consegue. Devagar e sempre, é meu lema haha

      Excluir
  7. Hey, Claudia!
    Ainda não tive coragem de fazer o mesmo. Mas sempre que vou escolher uma roupa pra sair, acabo pegando uma ou outra para doação. Mesmo não tendo coragem de fazer, por ler bastante sobre minimalismo eu me desapeguei muito das coisas. Não me sinto mal em doar ou jogar o que não for usar. E estou mais consciente nas compras também, pois também era a louca que comprava porque estava barato (malditas lojas de "tudo por R$18").
    Fiquei feliz que o tenha feito, anote ai para contar sua experiência daqui 2 ou 3 meses, vou adorar saber!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aninha! Na verdade eu fiz esse destralhe no começo de Agosto de 2017. Já passou um tempinho.

      Acho que essa é a pior parte, doar as peças que já temos rs. Muito obrigada pelo comentário! ♥

      Excluir
  8. Oi Claudia, só notei teu comentário agora. Obrigada. Seu espaço é lindo e já vou tratar de te seguir para não perder nenhum post teu.Ainda sou muito consumista, mas bem menos do que era a alguns anos atrás, com o tempo as coisas vão se ajeitando...
    Obrigada pela oportunidade de fazer parte do seu blog, me permitindo comentar.Gratidão Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também já estou seguindo seu blog, que é muito fofo! ♥

      Vão sim, o importante é tentar ir melhorando aos pouquinhos.

      Ah eu que agradeço por você ter passado aqui e deixar um comentário! Bjaoo

      Excluir
  9. Inicio do ano eu fiz uma limpezona no guarda-roupas, doei várias e abri uma lojinha no enjoei. Ainda tô no processo de desapego e destralhamento, mas é a melhor coisa que a gente faz.. Economiza muuito tempo no dia a dia quando a gente tem apenas o necessário!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso Lor, na correria fica mais fácil "encontrar" as peças e o armário fica muito mais organizado!

      Excluir
  10. Acho que preciso mesmo fazer algo desse tipo, e o fato de vários posts com esse assunto terem chegado até mim deve ser um sinal, haha. Já fiz algumas retiradas de roupas, mas sinto que ainda preciso desapegar de alguns livros e outras coisinhas. O minimalismo tem me feito refletir bastante e espero muito que aos poucos eu consiga realmente manter só o que eu preciso.

    P.S :Gostaria de dizer que o seu blog me passou uma energia muito positiva. É tudo muito lindo por aqui e me senti muito cativada.

    Beijos

    letologia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai livros são outro dilema. Ainda preciso aprender a me desapegar dessas espécies rs

      Ah muito obrigada Eva, fico muito feliz que tenha gostado desse humilde blog! ♥

      Excluir
  11. Bom demais fazer essa "limpeza" Claudia. De que adianta um armário cheio de roupas ~ que a gente não usa? Muito melhor ter poucas (e boas) peças. Eu sou super crítica em relação ao consumo de roupas, raramente caio na tentação das "tendências". Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom Ca, te admiro muito por ser assim tão centrada. Sinto que você sempre sabe o que quer. Quem dera eu ser só um pouquinho assim...

      Excluir
  12. Eu admiro muito quem consegue desapegar de vestuário assim de forma tão consciente. Acho que está chegando a hora de isso acontecer no meu também, há tantas peças que não uso e que mantenho só porque estão novas ou com aquela velha desculpa de "quem sabe um dia eu uso" (coisa que nunca acontece, ou irá acontecer).

    Acho que a gente precisa ter bom senso e buscar o que nos deixa mais confortável e tem a ver com o nosso estilo. Vai ser legal se você continuar compartilhando essa experiência com a renovação do seu armário!

    Um beijo!
    http://colorindonuvens.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos pouquinhos você consegue se desapegar Dai!

      Vou tentar continuar com o tema, mas não sei se terei algo relevante pra escrever aqui rs

      Excluir
  13. Oi Claudia!
    Eu também entrei nesse processo de "renovar" o guarda roupa de forma consciente. Já tirei todas as minhas peças e fiz a separação do que fica, do que vai pra doação e do que pode ser vendido (as peças novinhas podem ajudar no processo de adquirir roupas novas sem falir, né? Você já conhece o enjoei.com? É um site que pode pode vender suas coisas! Super bacana)

    Agora só falta definir mesmo um "estilo" e montar um guarda roupa prático, hahaha pq acredite, eu ainda não sei bem o meu estilo, só sei que as roupas que eu tinha não me deixavam bem, até porque foram compradas ou por impulso (e ai elas acabavam não combinando com nada do que eu já tinha) ou são da época pós-gestação (no qual eu priorizava looks camiseta + legging).

    Agora vamos torcer para que dê certo! haha

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já conhecia o Enjoei sim, inclusive anunciei alguns itens que sobraram, mas não vendi nada ainda rs

      Ah decidir estilo é complicado mesmo. Mas acho que o mais importante é você se sentir bem com a peça/estilo/cor.

      Boa sorte gente hehe

      Excluir
  14. muito boa essa sua forma de destralhe! eu faço doações com frequência até, mas ainda tenho MUITA coisa no meu guarda roupa que eu poderia me livrar e que fico com dó porque paguei caro, sabe? tô num processo de desconstrução desse pensamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo sim! Eu também estava assim, sempre tinha um tanto de peças que não saíam do armário, seja doando ou usando rs

      Pois é, no fim vai mais da nossa cabeça do que outra coisa. Boa sorte na sua limpeza!

      Bjaoo

      Excluir

Deixe um comentário e faça alguém feliz! ♥